Estudar

1.ª edição do SWitCH termina com apresentação de projetos
01-08-2018

A fase letiva da 1.ª edição do Programa SWitCH terminou, a 6 de julho, com uma breve cerimónia, organizada pelo ISEP e pela Porto Tech Hub, onde os participantes tiveram a oportunidade de apresentar os seus projetos finais aos colegas, docentes do ISEP e várias entidades, como representantes das empresas associadas da Porto Tech Hub e da INCoDe.2030.

A Armis, anfitriã do evento e uma das empresas envolvidas neste projeto, permitiu uma visita guiada aos estudantes, dando-lhes a oportunidade de conhecer o seu interior e funcionamento.

No SWitCH dá-se uma grande ênfase à qualidade do trabalho desenvolvido, sendo requisito base a realização de uma stack completa de testes, desde unitários a funcionais. Esta aposta na qualidade reflete-se, naturalmente, no processo de aprendizagem, levando os estudantes a interiorizarem esta preocupação. Assim, os trabalhos desenvolvidos espelham, acima de tudo, profissionalismo. São um indicador claro de que os estudantes estão prontos para integrar o mercado de trabalho como desenvolvedores full stack (Java, Spring, ReactJS+Redux). As propostas de integração nas empresas do Porto Tech Hub vão nesse sentido, com alguma predominância da aplicação à área da automatização de testes, que é uma competência distintiva destes estudantes”, comenta Ângelo Martins, coordenador do curso SWitCH.

Neste momento, os primeirosparticipantes da 1.ª edição do SWitCH estão a iniciar o estágio numa das 14 empresas que integram a Porto Tech Hub.

Os interessados podem ainda candidatar-se à segunda fase de candidaturas para a 2.ª edição do curso, entre 14 de agosto e 18 de setembro.